Tuesday, March 28, 2006

Rastos da noite arrastados,
Na lentidão de um obturador,
São rastos, são restos lançados,
Numa orgia de luz e cor.

São desenhos de luz captados,
Pinturas de fotões ao sabor
Do acaso, rastos gerados,
E guardados com eterno amor.

São rastos da noite viajados,
Prisioneiros do tempo parados,
E revelados no seu esplendor.

São rastos da noite impressionados,
São riscos e traços cruzados,
Imaculados no seu rubor.

08-03-2006
Nuno Alexandre Duarte

Tuesday, January 31, 2006

As luzes percorrem-nos na noite, numa embriaguez de cores e formas de difícil captação…

Basta estar atento, para que toda uma nova dimensão maravilhosa de formas e imagens, se desenrole perante o nosso olhar…

Descobre as formas no teu mundo...






Thursday, January 26, 2006















Wednesday, January 25, 2006